(31) 3272-9865 sindibel@sindibel.com.br

Área

Legislação Específica


18

Outubro

Notícia

Trabalhadores da BELOTUR em greve. Empresa pública é alvo de auditoria.

Os empregados públicos da Empresa Municipal de Turismo de Belo Horizonte – BELOTUR, responsável pelo setor de turismo da Prefeitura de Belo Horizonte (PBH), estão em greve desde a quinta-feira, 17/10.

O motivo da greve é a falta de avanços nas negociações do Acordo Coletivo 2019/2020 com a BELOTUR, que tem sido investigada por meio de uma auditoria do Tribunal de Contas do Estado. Em junho de 2018 a empresa pública realizou a demissão em massa de 50% de seus trabalhadores efetivos, alegando corte de gastos. Porém, o TCE detectou que de 2017 para 2019 houve um aumento significativo nos salários dos cargos de recrutamento amplo, proporcional ao que era pago aos trabalhadores efetivos demitidos, conforme tabela abaixo com dados do Portal da Transparência:

 

 

NÚMERO DE TRABALHADORES

GASTO COM A RECEITA

Efetivos celetistas

Recrutamento amplo

Efetivos celetistas

Recrutamento amplo

2017

83

39

R$ 258.246,61

R$ 146.639,83

2019

43

51

R$ 236.011,34

R$ 314.910,72

 

Mesmo com os dados apresentados pela auditoria, que evidenciam um favorecimento dos cargos comissionados em detrimento dos empregados efetivos, a administração da BELOTUR tem se negado a avançar na proposta do Acordo Coletivo. A última proposta apresentada pela empresa contempla apenas a reposição do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), mas retira do acordo diversas cláusulas sociais hoje existentes. 

 

 

Últimas notícias