(31) 3272-9865 sindibel@sindibel.com.br

Área

Legislação Específica


11

Dezembro

Notícia

Guardas municipais rejeitam proposta da Prefeitura e convocam nova assembleia geral

Os guardas civis municipais de Belo Horizonte decidiram, em assembleia geral da categoria realizada nesta quarta-feira (11), rejeitar a proposta de negociação apresentada pela Prefeitura de Belo Horizonte. A decisão foi unânime por não atender às principais reivindicações da Guarda. 

"A proposta foi considerada insatisfatória pela categoria por não contemplar a incorporação do adicional de risco ao salário-base e nem a incorporação do GDI", disse o presidente do SINDIBEL Israel Arimar.

A campanha salarial da Guarda Civil Municipal também pleiteia o reajuste salarial de 20,23%, equivalente à recomposição salarial dos últimos anos e à expectativa de inflação até 2020.

No entanto, o que a Prefeitura propõe é o reajuste nos salários e no vale-refeição de 7,20%, dividido em duas parcelas - sendo a primeira em janeiro e a segunda em dezembro de 2020 - e o pagamento da GDI durante o gozo das férias-prêmio na folha de pagamento. 

Como os servidores que atuam diretamente na área de segurança pública não podem entrar em greve devido a entendimento do Supremo Tribunal Federal, a mobilização e união da categoria são as únicas ferramentas para a reivindicação de seus direitos. 

O SINDIBEL solicitou à Prefeitura de BH a continuidade do processo de negociação com uma nova reunião antes da próxima terça-feira (17), às 9h, quando será realizada uma nova assembleia da categoria.

Últimas notícias